Vamos Todos Virar Lagartixas.


Saindo um pouco da área de administração de empresas, achei esta reportagem de medicina na internet que vale a pena comentar.

Quem não se lembra de ter ficado perplexo em saber quando criança que quando um rabo de lagartixa cai, cresce um novinho em folha depois de alguns dias? Eu me lembro. Foi minha desculpa mais esfarrapada para “amputar” umas 100 lagartixas com minha então novíssima zarabatana profissional. Não sei o que deu na cabeça do meu pai em deixar eu comprar uma destas…

Mas voltando à reportagem, cientistas americanos já desenvolveram uma substância que vai nos tornar como as lagartixas. Não no sentido de crescer rabos, mas sim no sentido de regenerar membros e órgãos amputados ou danificados.

A reportagem mostra um senhor que teve a ponta do seu dedo amputada. O irmão dele, um dos cientistas envolvidos na pesquisa, enviou um pó para ele e pediu que ele cobrisse a ponta amputada do dedo com o pó todos os dias. Resultado: um dedo novo cresceu de novo, perfeito, com carne, pele, veias, nervos e até unha, em 4 semanas, como o rabo da lagartixa.

Quem souber inglês vale a pena assistir o vídeo da reportagem da CBS. Para isto, clique na imagem abaixo:

Link para o video na CBS
Link para o video na CBS

A substância indicada, que é desenvolvida a partir de bexigas de porcos, se chama “extracellular matrix” (matriz extra-celular). É um composto de proteínas e tecido de conexão (connective tissue) que estimula nossos próprios tecidos a se regenerarem. Aparentemente esta substância tem a propriedade de estimular as próprias células locais a se reproduzir ordenadamente.

A reportagem não é tão nova, é de fevereiro de 2008, mas já nesta época alguns centros de pesquisa nos EUA estavam usando técnicas similares para replicar órgãos humanos fora do corpo de pacientes que necessitavam de transplante. A grande vantagem é que estes órgãos são criados a partir do próprio receptor e são 100% compatíveis, sem possibilidade de rejeição.

Em outros casos mencionados na reportagem, cientistas moldavam a substância em formatos apropriados e a inseriam, dentro do corpo de pacientes com problemas cardíacos ou arteriais para que estes próprios órgãos se regenerassem após infartos ou lesões graves.

Aparentemente os cientistas ainda não tentaram ou não conseguiram regenerar membros grandes inteiros, como uma perna ou braço, mas eles indicaram que em teoria é possível.

Essa área da medicina é chamada de Medicina Regenerativa e é considerada o “cálice sagrado” da medicina. O mais impressionante é que isto não é o futuro, isto já está acontecendo agora.

Caiu o dedo? Não tem problema, joga o pó que cresce de novo.

Teve um infarto? Também não tem problema. Manda fazer uma réplica novinha do seu próprio coração e troca o velho pelo novo…

Para quem quiser ler o texto da reportagem original (em inglês), o link está aqui: http://www.cbsnews.com/stories/2008/03/22/sunday/main3960219.shtml

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s