A Importância de Se Reafirmar Valores


O novo CEO mundial da Procter & Gamble, a maior empresa de produtos de consumo do mundo, está implantando uma nova estratégia baseada intensamente em valores humanos. E eu, como escrevo pouco sobre gestão baseada em valores, não pude deixar de escrever esta nota aqui. (Leiam este artigo da HBR para mais informações sobre esta estratégia, que é interessante e tem até um exemplo brasileiro.)

Porém, o que eu quero chamar a atenção aqui não é sobre ter ou não ter valores explícitos em sua empresa – muitas empresas definem seus valores, junto com a sua missão e visão de futuro, quando fazem seu planejamento estratégico. O que eu quero levantar aqui é como as organizações comunicam, exigem e seguem estes valores em seu dia a dia; qual o nível de seriedade que seus líderes dão aos seus valores.

HandshakeTer valores é importante, mas mais importante é aplicá-los seriamente no dia a dia das suas operações. No livro do Dan Ariely, que já comentei previamente aqui, existe um capítulo inteiro sobre como a proximidade e a lembrança recente dos nossos valores afetam profundamente as nossas ações. Deixe-me exemplificar com passagens do livro:

O Professor Ariely montou um experimento em que pedia a estudantes da UCLA que resolvessem uma pequena prova de matemática, e receberiam dinheiro para cada resposta correta. Ele montou 3 grupos:

Grupo 1 – As pessoas fariam a prova e devolveriam esta diretamente para o controlador da pesquisa. Este contaria as respostas corretas para viabilizar o pagamento.

Grupo 2 – As pessoas realizariam a mesma prova. No final, elas mesmas contariam as respostas certas, anotariam apenas o número de respostas certas em uma folha anexa, rasgariam a prova original, e apenas comunicariam o número de acertos ao controlador da pesquisa, tendo a oportunidade de “expandir um pouco seus acertos”.  Antes de começar a prova, porém, o controlador pedia que os estudantes se lembrassem de até 10 livros quaisquer que eles leram na escola e escrevessem os nomes dos livros em uma folha em branco.

Grupo 3 – A mesma situação que no Grupo 2, mas em vez de pedir para as pessoas se lembrassem de livros, o controlador pediu que elas se lembrassem dos 10 Mandamentos antes da prova.

Naturalmente, o grupo 1 foi o de controle, pois não tinham como roubar. O grupo 2, que lembrou-se de livros antes da prova, “acertou” 33% a mais do que o grupo de controle (não porque lembrar dos livros os deixaram mais inteligentes, mas porque eles tiveram a oportunidade de ‘reajustar’ um pouquinho a quantidade de seus acertos). PORÉM, o grupo 3, que lembrou-se dos 10 Mandamentos não roubou nada, tendo uma média similar ao grupo de controle!

Será que os 10 Mandamentos têm realmente o poder de nos tornar mais honestos? Mas a maioria dos alunos não se lembrava de todos dos 10 Mandamentos. Os que se lembravam de apenas 1 ou 2 também não mentiam.

stealing_computer

Para clarificar esta dúvida, o prof. Ariely repetiu experimentos similares, mas agora fazendo com que grupos de estudantes lessem listas de valores, ou fizessem juramentos diversos, ou realizassem outras ações que os fizessem lembrar-se de honestidade. Ele até fez alunos prestarem juramento, com a mão erguida, a um código de ética da faculdade (código este que não existia). Em todos os casos, as pessoas nunca mentiam quando eram relembradas, em suas mentes, de valores éticos antes da prova.

Empresas como a Zappos, que eu abertamente admiro, encaram seus valores como escrituras sagradas e baseiam toda a sua operação e modelo de negócio em volta destes. Estes valores são evidenciados em todas as suas ações e estão estampados em paredes no local de trabalho. Funcionários devem apresentar exemplos, toda semana, de como eles aplicaram alguns dos valores da empresa em seu dia a dia dentro dela.

Na história, profissões com alta responsabilidade, como médicos e advogados, desenvolveram um juramento que remete à ética profissional para lembrá-los de seus deveres e valores. É uma pena que muitos deles, talvez a maioria, não repetem este juramento todo dia e se esquecem deste com o passar do tempo.

Resumindo, ter valores claros, humanos e explicitados é importante. Mas o mais importante é torná-los evidentes e incentivá-los no dia a dia de sua organização.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s